[sc:adsense]

Pessoas que utilizarem desodorante poderão ficar isentas de passagem em Curitiba

Uma campanha da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba em parceria com a Urbs, pretende garantir a isenção da passagem para as pessoas que passarem desodorante antes da utilização do transporte público na capital.

A fase teste será composta por 50 pontos de fiscalização, sendo 45 estações tubo e 5 terminais. Os fiscais ficarão nas catracas de acesso compilando os dados dos usuários, e o que garantirá a isenção será o olfato do fiscal. Se for cheiroso estará isento, se estiver com a mandinga terá que pagar a passagem em dobro.

O projeto poderá se tornar um decreto, caso seja viável.

A campanha faz parte de uma ação preventiva da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba, que pretende reduzir os problemas respiratórios e gastroenterológicos proporcionados por odores de passageiros.

“O custo com o tratamento do paciente é muito superior ao que vamos ter com as passagens. Os peidorreiros também estão na lista, mas isso é a longo prazo…” disse o responsável pelo projeto.

Os fiscais iniciarão suas atividades no dia 1° de abril.
[sc:adsense]