[sc:adsense]

Curitibana de 26 anos que havia desaparecido na sexta-feira de carnaval reaparece na quarta-feira de cinzas e diz que foi abduzida por extraterrestres na rodovia BR277.

ana letticia



Ana Letícia Andreatta Fonseca que estava desaparecida desde a noite da última sexta-feira (13/02/2015) reapareceu as 19h da quarta-feira de cinzas. A vítima alegou em depoimento que foi abduzida por uma nave espacial quando voltava do trabalho.

Ana Letícia tem 26 anos e é casada há 3 anos com Gustavo Fonseca. Na noite anterior ao suposto sequestro eles haviam combinado de viajar para passar o carnaval em Camburiu, balneário em Santa Catarina . Ela estava com malas prontas e pegaria o marido no escritório dele localizado no bairro alto, em Curitiba.

Depois de 4 horas de atraso e nenhum sinal telefônico ou por redes sociais, Gustavo acionou a Polícia Civil comunicando o desaparecimento. A polícia investigou o fato e achou estranho o fato do carro ter sido abandonado às margens da Rodovia BR277, sem a bagagem de Ana Letícia, apenas a de Gustavo ficou no porta-malas do veículo.

Segundo Ana Letícia uma forte luz branca foi lançada no veículo e hominídeos verdes de 90 centímetros a retiraram a força do carro e a levaram para uma nave prata. Ela se emocionou ao dizer que “foi assustador. Eles me doparam e fizeram vários experimentos comigo. Estou com medo de estar grávida de um extraterrestre”.

Depois de cinco dias ela foi abandonada na mesma rodovia que houvera sido sequestrada. Como o carro estava no pátio da delegacia antissequestro ela teve que ligar para o marido pedindo para busca-la. O delegado Antonio Napoleão Dias disse que “se ela foi mesmo abduzida ainda não deu para perceber, mas uma coisa é fato. Estes extraterrestres gostam muito de cerveja, pois o cheiro está impregnado nas roupas dela”.

[sc:adsense]