[sc:adsense]

Aniele Nascimento/ Gazeta do Povo / Ônibus são 60% mais caros que os tradicionais, mas economia em combustível prevê pagamento do investimento em seis anos

Curitiba, a capital inovação, capital tecnológica e capital verde do mundo, acaba de implantar o ônibus híbrido, uma mistura de motor elétrico com combustão. O que faltou é o busão ser movido á luz solar, tecnologia existe, mas o problema é que em Curitiba a maior parte do tempo não tem sol, o que tornaria o busão inútil.

Os primeiros 10 híbridos começarão a circular a partir de depois de amanhã (27/09) na linha Interbairros I, outros 20 irão circular até dia 20 de outubro nas linhas Detran/Vicente Machado, Água Verde/Abranches, Juvevê/Água Verde e Jardim Mercês/Guanabara.

Agora com o busão hibrido vai se lançar uma nova moda de cores, deixando eles mais modernos e não as cores tradicionais de sempre.

[sc:adsense]